Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Fortaleza de Minas e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Fortaleza de Minas
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Secretarias / Departamentos
Secretaria Municipal de Saúde
Edina Aparecida de Andrade Gonçalves
Funcionamento: De Segunda-Feira à Sexta-Feira das 08h às 12h e das 13h às 16h.
Avaliar Informação
1 - Policlínica Municipal João Soares da Silveira
A Policlínica Municipal João Soares da Silveira atende a população 24 horas por dia e conta com uma equipe composta por médicos (clínico geral), 01 médico diretor clínico, 01 enfermeira coordenadora de enfermagem, 06 enfermeiras, 07 técnicos de enfermagem, 05 recepcionistas, 03 funcionários da assepsia, 01 funcionário da cozinha, 07 motoristas e 07 vigilantes, sendo que a cada plantão de 12 horas diurno temos disponível um médico, 01 recepcionista, 01 técnicos de enfermagem, 01 enfermeira, 02 motoristas, 01 vigia e 02 funcionárias da assepsia, já no plantão noturno temos disponível um médico, 01 recepcionista, 01 técnicos de enfermagem, 01 enfermeira, 01 motoristas e 01 vigia.
 
Atendem a população 24 horas por dia.
 

Médicos:

o    Dr. Gabriel Araujo Castro dos Santos: Plantão na segunda-feira. CRM-75253/MG-19/01/2018 
o    Dr. Antonio Ribeiro da Silveira Junior. Plantão na terça-feira. CRM-174631/SP-02/01/2018 - 060331/MG-26/07/2013
o    Dr. Harley Carvalho Pinto. Plantão na quinta-feira. CRM-26874/MG-24/01/1994
o    Drª. Marina Taliberti. Plantão na sexta-feira. CRM-7092/MG
o    Dr. Rafael Batista de Oliveira. Plantão no Sábado. CRM-63576/MG-31/07/2014
 

Ortopedia:

o    Dr. Ricardo Ribeiro do Valle Filho. CRM-30365/MG-27/02/1997 – Atende 2 plantões por mês.
 

São prestados os seguintes serviços à população:

o    Consultas de urgência e emergência
o    Procedimentos da enfermagem como aferição de pressão arterial, teste de glicemia e medicamentos externos, os curativos e retirada de pontos, Raio-X, ECG.
o    Temos também convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Passos para os casos que realmente forem necessários ser encaminhados a Passos para uma avaliação.
o    Realizamos o empréstimo de oxigênio medicinal para uso domiciliar para casos com prescrição médica, doações de dietas enteral.
Realizamos junto a central de regulação em Alfenas/MG o “SUS-FACIL”, sendo este um programa instituído pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para dar subsídios as internações hospitalares, no qual dependemos do números de vagas disponíveis na região para internações hospitalar e essas vagas são controladas junto a central reguladora e, junto a este sistema.
Endereço: Rua Liberdade, 101 – Centro
Telefone: (35) 3537-1382 / (35) 3537-1303
e-mail: policlina@fortalezademinas.mg.gov.br
 

2 - P.S.F – Poncina Gomes de Oliveira

Atendem a população das 07:00h às 16:00h, Por agendamento de consulta.
 

Médico Clinico do PSF

o    Dr. Jordão Vasconcelos Brandão: CRM-73813/MG-06/11/2017. Atende 40h por semana, das 07h às 16h. 1x no mês faz atendimento noturno: 12h as 20h. Na segunda quarta-feira do mês atende ao bairro rural Chapadão. Terceira quarta-feira do mês bairro rural Areais. Quarta quarta-feira do mês atende ao bairro rural Catuaí.
 
Médico Psiquiatra
o    Dr. Márcio Messias Lopes: CRM-35935/PR-07/03/2016 Plantonista – Cada plantão 4h, Atende as sextas-feiras, geralmente 2 plantões.
 
Médico Ginecologista e Obstetra
o    Dr. Armando Orosco Forero: Plantonista - uma terça-feira atende 1plantão, eventualmente 2 plantões. Na outra semana atende na sexta-feira 2 plantões, dependendo da demanda.
 
Médica Pediatra
o    Drª. Carolina Quireza: Plantonista - Atende 01 ou 02 plantões por semana dependendo da demanda.
 
Dentista
o    Drª Flavia Gonçalves Barbosa: Atende 40h por semana. De segunda-feira a sexta-feira 7:00 as 16:00.
o    Dr. Robster Medeiros:  Atende 20h por semana. Quartas-Feiras a cada 15 dias, 13h as 19h. Quinta-feira 13h as 19h. Sexta-feira 07h as 16h.
o    Dr. José Renato Pinto Barbosa: Atende 20h por semana. Segunda e terça-feira das 15h às 19h. Quarta-Feira Bairro Rural Chapadão das 12h às 18h.
 
Endereço: Jose Francisco Da Silva, 42 – Nossa Senhora Aparecida
Telefone: (35) 3537-1950
e-mail: psf@fortalezademinas.mg.gov.br 
 
 

3 - Vigilância Epidemiológica 

O Serviço de Vigilância da Saúde é responsável pelo perfil epidemiológico do município e compreende o conjunto de ações que proporcionam a detecção e a prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes da saúde individual ou coletiva, visando assim, recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle de doenças e agravos. Tem-se por objetivo, portanto, promover a qualidade de vida, reduzir a vulnerabilidade, os riscos à saúde e contribuir para o aumento da resolubilidade do sistema, por meios de ações de promoção à saúde.
SERVIÇO DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE
 
A – SERVIÇO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
O trabalho da vigilância epidemiológica tem como objetivo notificar e acompanhar a evolução das doenças e agravos a saúde, com a finalidade de recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle das doenças.
 
B - ESTRUTURA DO SERVIÇO DE EPIDEMIOLOGIA NO MUNICÍPIO 
  • O serviço de epidemiologia no município de Fortaleza de Minas, esta locado na Unidade de saúde PSF Ponciana Gomes de Oliveira, com horário de funcionamento das 08:00 as 11:30 e das 12:30 às 15:00 horas tem como coordenadora 01 Enfermeira - que atua tecnicamente na investigação epidemiológica no município. Atuam também neste setor 03 Agentes Comunitários de Endemias – que prestam serviço de visitas domiciliares, com carga horária de 8 horas/diária, no combate e prevenção ao vetor da Dengue e na eliminação de focos e/ou criadouros e atua no combate a Chagas, realizando visitas mensais aos 8 Pit`s existentes na zona rural. Quando necessário, é realizado, borrificação nos domicílios com a presença de triatomíneos.
  • Realização de exames de triagem neonatal (teste do pezinho).
  • Realização de testagem de infecções sexualmente transmissíveis – Sífilis, Hepatite B, Hepatite C e HIV/AIDS.
  
O serviço de vigilância epidemiológica trabalha em conjunto com a Atenção Primária ( ESF - Ponciana Gomes de Oliveira), para que não haja casos de sub-notificação de doenças e agravos, bem como nas ações de imunização e na execução de ações de promoção a saúde, identificação de fatores de risco a população e a realização de tratamento adequado.
 
C – OUTRAS AÇÕES:
 
ZOONOSES 
  • Programa de prevenção da Raiva Animal – trabalho realizado juntamente com o veterinário que presta serviço para a prefeitura municipal.
- Realização anual da Campanha de Vacinação de cães e gatos.
- Imunização e Titulagem de anticorpos para raiva dos agentes que realizam a campanha de vacinação canina.
- Coleta e envio de material biológico animal de pequeno porte à FUNED e outros animais ao Instituto Mineiro de Agropecuária - IMA para diagnóstico da Raiva animal.
- Investigação de casos de raiva animal.
- Observação de cães e gatos
- Educação em saúde: Palestras educativas aos agropecuários, na zona urbana e rural, sobre Raiva Animal, Hantavirose, Leptospirose, Febre maculosa e outros.
 
·        Programa de Controle da Dengue.
O serviço de epidemiologia trabalha no combate ao mosquito da Dengue, com quatro Agentes de Saúde. Desenvolvendo as ações:
  • Ações contínuas de controle vetorial a fim de reduzir o índice de infestação do Aedes aegypti no município - realizado visitas diariamente com orientação as famílias, eliminação dos depósitos que acumulam água e quando necessário aplicação de larvicida.
  • Ações de bloqueio vetorial.
  • Monitoração das notificações de casos de Dengue.
  • Mobilização social, através de: Campanhas educativas junto a comunidade, Mídia: Rádio local, carro de som, folders, panfletos e propaganda volante. 
 
VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE 
Tem por finalidade identificar as medidas de prevenção e controle dos fatores de risco, das doenças e outros agravos à saúde humana relacionados ao ambiente e às atividades produtivas. Dentre os fatores de risco não biológicos controlados pela vigilância ambiental, temos pactuado no município o VIGIÁGUA, pelo qual se realiza ações de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano – quer seja aquela distribuída por sistema de abastecimento de água, COPASA e aquelas provenientes de soluções alternativas (mananciais poços e outros). 
·        MONITORAMENTO DAS DOENÇAS DIARRÉICAS AGUDAS - MDDA 
O MDDA consiste em acompanhar e avaliar os casos de diarréia, com o objetivo de detectar alterações no comportamento dos casos de diarréias agudas. Consiste na coleta de dados referentes aos casos de diarréia que buscam atendimento na unidade de saúde, visando recomendar medidas de controle. Possibilitando o acompanhamento do comportamento das diarréias e as medidas de profilaxia de surto de doenças transmitidas por alimentos. 
·        INVESTIGAÇÃO DE SURTOS DE DOENÇAS TRANSMITIDAS POR ALIMENTO 
Objetivos: detectar surto de diarreia por meio das planilhas de monitoramento das doenças diarréicas aguda (MDDA), permite identificar rapidamente uma eventual reintrodução do Cólera, assim como surtos de diarreia por Salmonelose, rotavírus e outros enteropatógenos. Permitindo também, investigar e propor medidas de controle, coleta de material para exames e realizar atividades educativas. 
·        VIGILÂNCIA E BUSCA ATIVA DE DOENÇA EXANTEMÁTICA 
As doenças exantemáticas, são objeto de Vigilância, a qual visa à identificação dos casos de sarampo, rubéola e síndrome da rubéola congênita (SRC) – que são doenças de notificação compulsória nacional - segundo as normas do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde. O sarampo bem como a rubéola encontra-se em processo de eliminação pelos países da América. Rotineiramente, são realizadas ações de vigilância através de: busca ativa nos arquivos de prontuários médicos do Hospital Municipal e PSF, a procura de casos suspeitos de doença exantemática; atividades de imunização com a vacina Tríplice Viral em crianças e em mulheres em idade fértil que nunca receberam a vacina.  
VIGILÂNCIA SANITÁRIA 
            O município conta com o Serviço de Vigilância Sanitária, que compreende o conjunto de ações capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos e agravos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e da circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde.
            Dentro desse conjunto de ações, existe um fiscal sanitário legalmente empossado, que em sua competência, fiscaliza os produtos de interesse à saúde, através de inspeções e orientações das normas sanitárias vigentes.
            Também é dever da Vigilância Sanitária, acompanhar projetos de intervenção ambiental, para prevenir e controlar os riscos à saúde individual e coletiva, juntamente com a Vigilância Epidemiológica. 
            Atividades realizadas:
●      Inspecionar ambiente e estabelecimentos de alimentação pública.
●      Fiscalização dos estabelecimentos de venda de produtos alimentícios, inspecionando a qualidade, o estado de conservação e as condições de armazenamento dos mesmos.
●      Fiscalizar os estabelecimentos que fabricam ou manipulam alimentos
●      Colher amostra de gêneros alimentícios para análise em laboratório
●      Interditar a venda de alimentos impróprios ao consumidor.
●      Inspecionar poços, fossas, rios, drenos, pocilgas, e águas estagnadas em geral (análise).
●      Inspecionar, sob supervisão de profissional da área os estabelecimentos de interesse à saúde.
●      Comunicar as infrações verificadas, propor à instauração de processos e proceder às devidas autuações de interdições inerentes a função.
●      Orientar o comércio e a indústria quanto às normas de higiene sanitária.
●      Promover cursos e palestras orientando os manipuladores de alimento sobre as boas praticas na manipulação de alimentos.
●      Orientar a população sobre as normas sanitárias vigentes.
●      Promover palestras com funcionários e alunos do ensino fundamental.
●      Providenciar a interdição de locais com presença de animais, que estejam instalados em desacordo com as normas constantes do código de postura do município. 
●      Zelar pelas condições de saúde dos animais, e a prevenção de zoonoses. 
Horário de funcionamento da sala de vacina:
Período Matutino: Início às 07 horas e término às 12 horas
Período Vespertino: Início às 13 horas e término às 16 horas
 
Horário teste do pezinho:
Período Matutino: Início às 08 horas e término às11:30 horas.
Período Vespertino: Início às 13 horas e término às 15 horas
 
Endereço: José Francisco da Silva, 42 – Nossa Senhora Aparecida
Telefone: (35) 3537-1677 / (35) 3537-1950
e-mail: 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.3.8 - 08/11/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia